Domingo, 13 de Julho de 2008

Praia das Tabuletas II – (uma positiva fraquinha)

Outra situação que foi revista depois de muito mal dizer aqui neste e noutros blogs e que também tem a ver com as reclamações das minhas amigas escocesas na CPN, foi a das regras da praia que neste momento se encontram em Português e em Inglês. Menos mal. Mas também já vi um desses placares só com essas leis em Inglês. Mas isso é insignificante (será?!). Há uns poucos desses placares espalhados ao longo da praia bem perto e virados para o passeio da marginal. Melhorou!

A CMN colocou placas novas com a sinalética que resolve todos os problemas imediatos da linguagem e da compreensão por todos, das principais regras de utilização da praia, mas esqueceram-se de tirar as que lá estão a mais com as tais inscrições só em português e individualmente. Assim, tenho que louvar aqui, o esforço da CMN para que a CPN tenha uma praia conforme, embora não me tenham convencido totalmente. São mais que muitas as tabuletas com as inscrições, sendo as mesmas, agora com a colocação das novas, desnecessárias, parecendo assim o jardim das tabuletas. Podiam ter deixado só as indicativas de zona. Chegam a ser umas sete ou oito num estreito espaço visual, frontal a quem olha a partir do passeio da marginal para o mar, repetindo-se o aparato ao longo da praia por duas ou três vezes. A CPN é que não se mexe muito. É uma instituição militar e pronto, está tudo dito. E, a CMN só teria a perder se deixasse de ser otária, mas isto eu compreendo, a bem da vila. Pois quem sofre sempre com mal é a autarquia, mas se tudo correr bem, foi graças à capitânia. Isto é mesmo espantoso! Ainda para mais, porque quem lucra com as multas ao desrespeito das regras indicadas nas mesmas tabuletas é a CPN, isto se, se mexerem um bocadinho, coisa não muito visível!

Apesar do pequeno reparo feito, por ventura insignificante, em relação ao que devia ser feito pela CPN, continuo a dizer que a praia da Nazaré é uma das melhores de Portugal, não tenham dúvidas (graças ao esforço da autarquia). Eu sou utilizador da mesma e sei o que estou a dizer, mas também continuo a dizer que neste momento continua a ser a praia das tabuletas. Melhorou!

 

Este texto foi publicado nos blogs “West Side” e “Deixándar o barco”.

 

publicado por Pirata às 21:20
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Julho de 2008

A praia das tabuletas

A capitania do porto da Nazaré exige que os concessionários da praia (banheiros, proprietários das gaivotas, motos de água, bares, etc...) coloquem avisos em placas em toda a extensão do areal concessionado (toda a zona norte até à Avenida Vieira Guimarães e depois mais a sul duas zonas de bares), não sendo essa entidade a fornecedora das mesmas, mas sim a CMN que faz o favor de as fazer para que os banheiros não tenham problemas com multas à capitania. Só há um problema, quem obriga a colocar as placas não as fiscaliza convenientemente. Se assim fosse, os placas, autenticas tabuletas, não informavam de modo defeituoso, embora se entenda o que querem dizer. A sinalética por imagens era bem mais expressiva e internacional. Assim como estão, escritas só em Português, não informam convenientemente os turistas que não conseguem entender a nossa língua. Basicamente, o que um responsável em serviço na capitania no dia 4 de Julho de 2008, sexta-feira, disse a umas senhoras escocesas minhas amigas, foi o seguinte: «Se estivessem a jogar à bola ou a infringir a lei na praia e não entendessem o português, não seriam multadas». Isto apresentado assim, é discriminatório para os que entendem português e para os portugueses, além de ser extremamente desconfortável estar num local e não entender a sua sinalética. Nem sequer o pequeno quadro onde estão as regras básicas da praia, pertença do ISN e colocado pela capitania, está traduzido, embora esse mesmo funcionário julgasse o contrário. Outra coisa que o mesmo senhor disse às minhas amigas quando se viu confrontado com essa situação, sendo o mesmo desagradável, segundo as mesmas, foi: «Estamos em Portugal...!». Ora, eu concordo perfeitamente, estamos em Portugal e nem sequer é preciso ser muito esperto para perceber isso. Mas ele tem razão, porque outras praias no estrangeiro contêm as regras locais em várias línguas, só por aí se vê o atraso que algumas mentes portuguesas têm. É que bem vistas as coisas, nós estamos inseridos numa comunidade com muitos idiomas diferentes (CE), e o normal seria pelo menos apresentar em locais turísticos as normas a cumprir em três línguas: A local, inglês e francês. Assim se chegará com certeza a quase toda a totalidade dos que nos visitam.

 

Sugestão: Porque é que em vez de amontoar tabletas umas em cima das outras, cada uma com uma inscrição, não colocam apenas as necessárias indicativas de zonas e as restantes como, "proibido jogos com bola", "proibido cães", etc... tudo junto e com imagens (sinalética) em três ou quatro pontos ao longo da praia...! Seria com certeza uma política de imagem esteticamente mais agradável. É que a praia tal e qual como está, parece um jardim de tabuletas.

 

Observação: Até as senhoras dos "Chambres, Romms e Quartos", tem escrito Zimmer e habitaciones nas suas tabletas... Muito à frente do exigido e feito pela Capitania.

 

Post publicado em "West_side" e em "Deixándar o barco", simultaneamente.


publicado por Pirata às 07:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pesquisar

 

.posts recentes

. Praia das Tabuletas II – ...

. A praia das tabuletas

.arquivos

. Dezembro 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.subscrever feeds